Não adianta, por mais que as empresas desenvolvam ações de endomarketing, de segurança do trabalho e que prezem pelo bem-estar de seus colaboradores, é comum que em determinado momento a direção tenha que lidar com funcionários insatisfeitos.

Em casos assim, o recomendado é que sejam realizadas algumas ações estratégicas, para que esse quadro seja revertido e a insatisfação não contamine outras pessoas, gerando improdutividade na empresa.

Para que você saiba como lidar corretamente com funcionários insatisfeitos, preparamos algumas dicas. Confira agora mesmo!

Saiba identificar os funcionários insatisfeitos

O primeiro passo para lidar com colaboradores infelizes é saber identificá-los. Isso geralmente ocorre quando há indisciplina por parte dos colaboradores, desmotivação com o trabalho, grande número de faltas ou absenteísmo e apresentação frequente de atestado médico envolvendo questões de saúde mental como a depressão etc.

Desse modo, é preciso que os diretores e os líderes de setor das empresas saibam como identificar esses casos, pois eles devem ser resolvidos imediatamente, evitando a postergação de um problema, o que pode torná-lo ainda mais grave.

Avalie a situação por completo

Após ter identificado um funcionário insatisfeito, deve-se buscar entender os motivos que estão levando a essa insatisfação. Para isso, uma conversa franca com o colaborador é a melhor opção que se pode ter.

É preciso saber, por exemplo, se a insatisfação tem motivos pessoais — como quando o colaborador não se sente bem com a sua profissão e deseja mudar de carreira —, ou  motivos relacionados à empresa, como o abuso de autoridade de chefias, baixo salário e outras questões.

Mantenha sempre a privacidade

Ao conversar com um colaborador infeliz, deve-se prezar pela privacidade, evitando assim um constrangimento com os colegas.

Todas as questões que envolvem os motivos para a insatisfação devem ser expostas em um local reservado, apenas com a presença de um representante da empresa e do próprio profissional.

Defina ações para que sejam realizadas melhorias

Após compreender os motivos que levam um colaborador a estar infeliz no trabalho, é chegado o momento de rever essa situação e, para isso, ambas as partes devem pensar e trabalhar juntas para solucionar o problema.

Em casos mais extremos a demissão pode ser o melhor caminho, mas em outras situações é possível contentar o funcionário com um aumento salarial, uma promoção, uma mudança de função ou de setor da empresa etc. Para que essas mudanças gerem efeito, no entanto, a sinceridade, pelos dois lados, é algo fundamental.

Documente todas as decisões tomadas

Para evitar futuros processos trabalhistas, é importante que todas as ações e decisões tomadas para contornar a insatisfação de um funcionário sejam documentadas.

Assim, se houver um acordo para troca de função, por exemplo, e mesmo assim o funcionário continuar insatisfeito e sair da empresa, ele não poderá exigir indenizações na justiça por conta dessas mudanças.

Seguindo essas dicas, temos a certeza de que você saberá como lidar bem com funcionários insatisfeitos. E, para saber mais sobre o assunto, que tal ler o nosso artigo “O que prejudica a motivação da equipe? Descubra aqui!”. As informações serão de grande valia para o seu negócio.