A motivação da equipe é uma grande preocupação para qualquer organização. Infelizmente, não são todas as empresas que entendem a importância desse tema e não enxergam que os próprios resultados dependem da produtividade motivada dos funcionários. Sendo assim, motivá-los é um dever constante.

O fato é que alguns fatores prejudicam a motivação dos profissionais. Como contrapartida, a organização pode adotar posturas mais incisivas no sentido de promover o bem-estar no ambiente de trabalho, melhorando o rendimento e a produtividade de todos. Quer saber o que prejudica a motivação da equipe?

Continue a leitura e descubra a seguir!

Chefes com postura centralizadora

Quem assume uma posição de comando e está à frente de uma equipe não pode agir de maneira centralizadora, pois isso transmite para os demais a imagem de que trabalha sozinho. Essa postura diminui a produtividade dos colaboradores, que sentem que a própria produção é sempre desvalorizada.

Críticas feitas em público

Como seres humanos, somos passíveis de errar. Nas empresas, as falhas de comunicação e os processos mal estabelecidos podem provocar erros. Diante deles, o gestor despreparado que faz críticas em público acaba comprometendo a motivação da equipe. As pessoas ficam com medo de errar, temendo sua exposição diante dos demais.

Recompensas injustas

Outro fator que prejudica a motivação da equipe é ver aquele colega de trabalho que não faz nada ser reconhecido e recompensado do mesmo modo que os demais, que se esforçam. O ambiente de trabalho precisa estimular a produtividade, portanto, não faz sentido que os funcionários levem um ou mais colegas nas costas.

Ausência de feedbacks

É muito ruim para qualquer profissional trabalhar sem ter o direcionamento necessário das ações. Saber o que está fazendo de positivo ou negativo é fundamental para que se busque avançar na jornada do autoaperfeiçoamento. Por isso, os gestores precisam dar feedbacks constantes — não apenas prometê-los.

Metas impossíveis de serem alcançadas

Para que a empresa alcance as metas e objetivos estabelecidos, ela precisa estimular a produtividade e eficácia dos colaboradores. As metas impossíveis de serem alcançadas não funcionam como estímulo, pois os profissionais sabem que nem com o máximo de esforço e dedicação será possível para atingi-las.

Cultura organizacional mal disseminada

A cultura organizacional reflete os valores, missões e visões de uma empresa. Quando ela é mal disseminada, afeta a motivação da equipe. Os profissionais precisam sentir segurança nas ações da organização, portanto, o discurso praticado deve ser sempre compatível com as atitudes que são tomadas.

Falta de respeito aos profissionais

É alta a quantidade de processos trabalhistas nos tribunais de justiça do país por causa da falta de respeito com os profissionais. O assédio moral é caracterizado por humilhações frequentes no ambiente de trabalho, em um período prolongado de tempo. Trata-se da repetição de um comportamento abusivo, que afeta a produtividade e a motivação de todos.

Salários e benefícios incompatíveis com o mercado

Quando os salários e benefícios são muito diferentes dos praticados pelo mercado, os colaboradores tendem a ficar desmotivados — pois sabem que se dedicam tanto ou mais que os outros profissionais e recebem menos por isso. Sendo assim, é necessário que a empresa esteja sempre atenta aos valores praticados por suas concorrentes.

A motivação da equipe é um dos principais bens que as empresas têm, pois os seus resultados dependem diretamente do esforço dos colaboradores. Mantê-los motivados, portanto, faz com que a produtividade seja elevada e as metas e objetivos alcançados com mais rapidez e precisão.

Para aumentar a motivação dos colaboradores, confira nesse artigo os 5 sinais de que você precisa investir em ferramentas de gestão de Recursos Humanos.