A prática do feedback contínuo é considerada como uma das principais ferramentas para o gerenciamento de equipes, e pode ser resumida como o processo de transmitir às pessoas retornos sobre seu desempenho, alinhado às expectativas do cargo ocupado. Além disso, é um importante fator para estimular o colaborador no seu desenvolvimento profissional.

Com feedback contínuo, os retornos são mais rápidos, sendo o ideal um feedback a cada duas semanas. Ao se concentrar em eventos da última quinzena, o profissional tem uma visão mais próxima dos acontecimentos, e é um momento ideal para monitorar regularmente o progresso em objetivos menores e incrementá-los.

Separamos para você 4 motivos para implantar o feedback contínuo. Acompanhe!

4 motivos para implantar o feedback contínuo

  1. Medir de forma eficiente se os objetivos alcançados estão de acordo com as expectativas da organização.
  2. Incentivar melhorias e desenvolvimento contínuo nos funcionários da empresa, aprimorando capacidades para o desenvolvimento de novas habilidades.
  3. Identificar pontos fortes e questões profissionais que precisam ser desenvolvidas individualmente ou em grupo.
  4. Diminuir a turnover em sua organização. Ao se conseguir diminuir a rotatividade na empresa, ela passará a ser vista como um local de crescimento, aprendizado, além de criar uma relação de confiança entre os funcionários e a liderança.

Como implantar a cultura do feedback contínuo na empresa

Vimos que ao adotar uma cultura de feedback contínuo, você contribui para o melhor desempenho dos funcionários, o que consequentemente, gera uma melhor performance para a organização. Para auxiliá-lo nessa tarefa, listamos algumas dicas de como aumentar a efetividade do feedback na sua empresa. Confira!

Ofereça treinamento para a equipe

Inicialmente, nem sempre o processo de feedback é visto com naturalidade ou é bem-aceito. Alguns funcionários podem até mesmo não ter uma postura adequada para aceitar uma avaliação do seu desempenho.

Por isso, se a sua empresa ainda não tem a cultura do feedback, é importante fazer treinamentos com colaboradores e lideranças a fim de esclarecer os objetivos do feedback contínuo. Para garantir maior isenção, uma consultoria especializada pode ajudar você no assunto.

Defina as metas e informe de forma clara

Os funcionários precisam compreender o que se espera da performance individual deles. Para a equipe é importante deixar claro quais são os objetivos globais da empresa. É importante mostrar confiança na capacidade de cada profissional para alcançar essas metas. Sempre faça um acompanhamento, ofereça orientações de aperfeiçoamento e parabenize pelas conquistas alcançadas.

Seja sincero ao dar o feedback

Os feedbacks devem ser tanto positivos quanto negativos e, para isso, você deve fazer uma avaliação sincera e dar pesos iguais aos aspectos positivos e negativos. Oriente a todos que o comportamento individual, sendo bom ou ruim, interfere no clima da equipe ou da organização como um todo.

Como dar feedback negativo

Quando são várias questões negativas a serem abordadas, para não desmotivar o colaborador, é importante apontar um tópico por vez. Ilustre com exemplos que auxiliem você a elucidar a questão.

Ajude o colaborador a montar um plano de ação de melhoria e acompanhe a evolução dele. Quando os objetivos de desenvolvimento forem alcançados, é importante dar o feedback positivo. Dessa forma, o ciclo do feedback contínuo rodará em sua empresa.

É muito importante você ter em mente que o feedback contínuo é uma via de mão dupla. Os colaboradores precisam ser incentivados a exporem seus pontos de vista também.

O que você achou deste post sobre feedback contínuo? Curta nossa página no Facebook para acompanhar mais conteúdos como este!