Os trabalhadores são a força motriz da empresa, havendo uma íntima e direta relação entre a presença e qualidade deles e a produtividade da organização. No entanto, engana-se quem pensa que gerir pessoas é uma tarefa fácil. Embora seja uma área cada vez mais relevante e estratégica no setor empresarial, muitos desafios da gestão de pessoas fazem parte do dia a dia dos profissionais de Recursos Humanos.

Neste post, vamos falar sobre os 7 maiores desafios para a gestão de pessoas na área e qual a melhor forma de contorná-los, fazendo com que sua empresa tenha um excelente desempenho e destaque-se frente à concorrência. Confira!

1. Identificar talentos

Contar com trabalhadores qualificados, comprometidos com os objetivos da organização e com espírito de proatividade é o sonho de todo empreendedor. Para que ele se torne realidade, é preciso saber identificar os talentos, seja na entrevista de emprego ou na execução de suas próprias atividades dentro da empresa, merecendo uma promoção para um cargo de maior realce e responsabilidade.

Existem duas frentes para a identificação de talentos pelo setor de RH: o momento da contratação e a identificação de habilidades diferenciadas dos colaboradores que já fazem parte do quadro de funcionários.

Na contratação, algumas atitudes simples podem ajudá-lo a atrair os talentos. Uma delas é criar um job description apropriado, que demonstre não só o que se espera do exercício do cargo, mas também a essência da cultura organizacional.

Essa é uma forma eficiente de garantir que seu anúncio atrairá os candidatos com maior possibilidade de aderência ao perfil organizacional, garantindo uma parceria longa e lucrativa para o contratante e o contratado.

Além disso, é fundamental ficar atento às habilidades demonstradas pelos trabalhadores, buscando formas de identificá-las e alinhá-las aos padrões esperados. Dessa forma, você aproveita o potencial dos colaboradores e canaliza-os para o desenvolvimento da empresa.

2. Manter a motivação da equipe

No âmbito organizacional, a motivação é conhecida como o combustível da produtividade. Trabalhadores comprometidos e engajados com o sucesso da organização apresentam desempenho bastante superior àqueles que não executam suas funções com o mesmo entusiasmo.

Sabendo da importância de contar com colaboradores motivados, cabe ao RH adotar estratégias para manter acesa a motivação e desenvolver o espírito de proatividade na equipe, incentivando os talentos a darem o seu melhor no dia a dia.

Para isso, você pode utilizar várias técnicas, como a concessão de benefícios empresariais, elaboração de um quadro de carreira na empresa, flexibilidade de horários e muito mais.

3. Desenvolver e capacitar os colaboradores

O desenvolvimento dos colaboradores é outra área de grande importância para o sucesso da empresa e mais um desafio da gestão de pessoas.

O dinamismo da economia e do mercado exigem dos trabalhadores uma postura igualmente dinâmica e eficiente e, para que possam dar conta das demandas surgidas cotidianamente, é preciso que estejam capacitados para tanto, por meio de cursos e treinamentos específicos.

Oferecer treinamento e capacitação aos profissionais, além de trazer um ganho em eficiência e perfeição técnica na realização dos trabalhos, também aumentará a autoestima dos profissionais, despertando-lhes o desejo de empenhar-se cada vez mais em prol da organização.

São muitas as formas de promover esse tipo de iniciativa. A capacitação pode acontecer de forma interna, com treinamentos realizados pela própria empresa. No entanto, há outras maneiras de potencializar o desempenho dos funcionários.

A empresa pode estimular a realização de cursos externos por meio de auxílios, convênios e parcerias. Outra possibilidade é adotar a prática de microlearning voltadas para atender necessidades pontuais verificadas na análise de desempenho.

O fato é que as iniciativas de desenvolvimento têm um impacto duplo: aumentam a produtividade do colaborador porque faz crescer seu nível de qualificação e também porque ele se sente valorizado pela empresa e motivado a melhorar sua performance.

4. Engajar colaboradores

O ativo mais importante para o sucesso de uma empresa é um grupo de funcionários comprometidos, capacitados e éticos. Em outras palavras, colaboradores engajados.

Porém, transformar um grupo de profissionais em uma equipe de pessoas comprometidas com os rumos da empresa, satisfeitas com a organização e dispostas a vestir a camisa para alcançar objetivos é um grande desafio.

Organizações que praticam iniciativas voltadas ao desenvolvimento humano conseguem maior engajamento de seus colaboradores. Com isso, elas obtêm melhores resultados financeiros e operacionais. Como exemplo dessas práticas, podemos destacar:

  • definir claramente as funções, responsabilidades e expectativas sobre o trabalho dos colaboradores;
  • implantar um plano transparente de cargos e salários baseado em metas;
  • Incentivar a autonomia;
  • avaliar o trabalho do colaborador e fornecer feedbacks que promovam o desenvolvimento pessoal;
  • alocar a mão de obra nos setores para os quais o colaborador demonstra maior competência, promovendo a eficiência e a valorização de habilidades individuais;
  • privilegiar os colaboradores atuais ao preencher vagas desejadas, desde que sejam capacitados para exercê-las.

5. Administrar gerações diferentes

As empresas vivem hoje um momento único, em que gerações formadas sob circunstâncias completamente diferentes convivem em um mesmo ambiente de trabalho.

Essa variedade é uma excelente oportunidade para agregar visões diferentes de mundo e de exercício profissional. No entanto, conviver com diferenças inevitavelmente gera conflitos.

Portanto, um dos maiores desafios da gestão de pessoas, atualmente, é administrar esses conflitos que surgem a partir da convivência entre gerações. Para isso, é necessário promover um ambiente de compreensão e respeito, criando um espaço e oportunidades para conhecer as características de cada geração.

Quando essas atitudes típicas são conhecidas e o grupo consegue identificar as contribuições que cada uma delas pode oferecer à empresa, os conflitos são minimizados e a organização pode ter times mais completos e eficientes, graças à diversidade de paradigmas e habilidades.

6. Cuidar do clima organizacional

O ambiente em que são desenvolvidos os trabalhos exerce fundamental importância no desempenho e no grau de motivação da equipe. Por isso, é preciso que você busque formas de preservá-la dos problemas e situações que possam interferir negativamente na qualidade do clima organizacional.

Nesse aspecto, a gestão de pessoas exerce um papel fundamental, sendo ela a responsável por contornar os conflitos surgidos no âmbito empresarial, propiciar maior integração entre os colegas de trabalho e investir nas relações interpessoais, estimulando o diálogo e o trabalho colaborativo.

A maneira de a empresa se comunicar com os funcionários também contribui para um clima organizacional saudável e produtivo. Clareza, respeito e transparência criam uma relação de confiança entre a liderança e o grupo, assim como ajudam a assimilar os valores e princípios da organização.

7. Reter talentos

Esse é um dos maiores desafios do setor de Recursos Humanos, que está sempre em busca de maneiras mais eficazes de cultivar nos colaboradores o espírito de dedicação e lealdade aos objetivos da corporação, fidelizando-os e evitando que, após receber treinamentos e capacitação, migrem para outros empreendimentos, fortalecendo a concorrência.

Para reter os talentos que possui, é essencial investir na adoção de algumas práticas, tais como valorização dos trabalhadores, oportunidade de progressão vertical, tomada conjunta de decisões, concessão de benefícios diferenciados etc.

Assim, os colaboradores se sentirão cada vez mais integrados à corporação, aumentando a satisfação com o trabalho e reduzindo as chances de turnover.

Gostou do nosso post sobre os principais desafios da gestão de pessoas? Que outras situações enfrenta ao lidar com os recursos humanos? Conte pra gente nos comentários e participe da conversa!