A implantação de um software de RH requerer o planejamento de diversas etapas. Além da escolha do produto mais indicado para as necessidades da empresa, é preciso treinar os colaboradores, oferecer suporte e gerenciar os equívocos encontrados ao longo do caminho. Para que todo o processo ocorra da melhor forma possível, é necessário tomar certos cuidados na hora de escolher o fornecedor.

Separamos para você 6 cuidados na hora de contratar um fornecedor de software de RH. Acompanhe!

1. Consulte a reputação dos fornecedores

Consultar a reputação dos fornecedores de software de RH é um cuidado essencial antes de fechar o contrato.  Você pode buscar essas informações consultando os clientes desses fornecedores , as redes sociais e sites de reclamação na web.

2. Troque experiências com outras empresas

A usabilidade de um software só poderá ser percebida no cotidiano das atividades na empresa. Para evitar surpresas desagradáveis, faça contato com organizações que já contrataram o sistema.

Nesse contato é possível verificar como foi o processo de implantação, se as horas estipuladas para a entrega do software foram suficientes, se houve algum erro ou incompatibilidade com outro sistema, se o sistema apresenta falhas, como é o suporte do fornecedor, se ocorrem quedas no sistema com frequência, entre outras questões.

3. Verifique o tempo de implantação

A implantação do software é outra questão que deve ser observada com cuidado. O contrato deve prever os custos que envolvam a implantação do software e também o número de horas acordadas para a entrega total dos trabalhos. É importante verificar se o número de horas contratadas será suficiente para o projeto ficar pronto.

Infelizmente, alguns fornecedores, com o objetivo de ganhar vantagem sobre os concorrentes, estipulam o tempo de implantação aquém do necessário, o que faz o custo da contratação diminuir inicialmente. No entanto, ao implantar o sistema, as horas não serão suficientes, e a sua empresa precisará adquirir mais horas da contratação da consultoria, gerando custos ainda mais altos.

4. Levante as necessidades da empresa

É importante realizar um estudo sobre as necessidades da empresa, verificar o número de informações que serão migradas, assim como fazer o levantamento de outras informações para que as horas contratadas fiquem dentro das acordadas. É válido estipular também como será a integração dos sistemas da organização. Para isso, é importante você poder contar com a equipe de Tecnologia da Informação da sua empresa. Eles terão o conhecimento técnico para avaliar esses fatores.

5. Teste o software

Testar o sistema que a empresa pretende comprar é fundamental para o sucesso da implantação do software. Portanto, antes de fechar o contrato, verifique as funcionalidades do sistema de acordo com a necessidade da empresa. Outro fator importante é averiguar com o fornecedor se ele oferece customização.

6. Acompanhe o pós-implantação

O acompanhamento técnico pós-implantação do software também deve ser observado e assegurado em contrato. Dessa forma, a equipe interna que ainda não está familiarizada com o sistema pode entrar em contato com o fornecedor para obter ajuda.

Esperamos que este post tenha sido esclarecedor sobre cuidados na hora de contratar um software de RH. Entre em contato conosco para saber como podemos ajudar você!