O RH tem se tornado cada vez mais estratégico dentro das empresas, atuando diretamente nas estratégias e nos resultados das organizações. Essa posição trouxe destaque para o papel do departamento na empresa, mas, por outro lado, deixou a rotina do gestor mais agitada, bem como aumentou as responsabilidades e tornou a tomada de decisão no RH mais difícil.

Se você é gestor de RH, este artigo vai ajudá-lo a tomar melhores decisões! Veja algumas dicas que o ajudarão a melhorar o processo de tomada de decisão no setor de RH da sua empresa. Continue a leitura!

1. Elabore um planejamento e estabeleça uma estratégia

Você já conhece todas as tarefas que precisa coordenar no decorrer do mês, certo? Para que o dia a dia fique mais fácil, um bom planejamento é essencial. Defina os objetivos do mês, trace estratégias bem definidas para alcançá-los e compartilhe-as com a sua equipe.

Ajuste a gestão do seu RH de acordo com a missão, a visão e os valores da empresa. Métodos de recrutamento e seleção, formas de contratação, desenvolvimento de colaboradores, programas de qualificação, comunicação com subordinados e superiores são alguns dos itens que você pode incluir nas suas estratégias.

2. Mantenha o foco nos resultados

Com as estratégias definidas e um bom planejamento, fica mais fácil trabalhar com o foco voltado para os resultados. Mantenha a direção no objetivo a ser alcançado e, quando precisar tomar uma decisão importante, você conseguirá chegar a uma resposta mais precisa.

3. Reduza o trabalho manual

O RH é tradicionalmente conhecido como burocrático devido ao grande número de processos aos quais é submetido diariamente. Além de burocrático, essa repetição pode tornar o trabalho moroso e mais propenso ao risco.

Já falamos sobre os quatro problemas comuns no RH que são resolvidos por tecnologia, e a tomada de decisão também pode ser beneficiada pelos softwares exclusivos para o departamento de recursos humanos.

Com um software de qualidade, você permite que a tecnologia trabalhe por você. Sendo assim, automatize as funções manuais e ganhe um tempo livre para a gestão de pessoas e as decisões importantes.

4. Contrate uma consultoria especializada

Mesmo conhecendo nossa rotina e entendendo de todos os processos, às vezes, uma visão de fora de alguém que seja especialista pode nos direcionar a entender quais ações são necessárias para a melhoria do departamento.

Procure uma consultoria especializada em recursos humanos e que entenda do processo de tomada de decisão, de preferência, no seu ramo de atuação. Permita-se ouvir uma opinião diferente de quem tem experiência e conhecimento para isso.

5. Tome decisões baseadas em dados

Agora que você já fez um bom planejamento, definiu as estratégias para alcançar os objetivos empresariais, enxergou os resultados a longo prazo, usou a tecnologia para agilizar o trabalho e ouviu um especialista para melhorar os processos, chegou a hora de tomar decisões bem embasadas.

Para isso, lance mão dos dados gerados e organizados pelos softwares. Por meio deles, você tem acesso a informações atualizadas de diversos setores, como financeiro, estoque, controle de produção, logística e, inclusive, de recursos humanos.

Com essas 5 dicas, a sua tomada de decisão no RH ficará mais fácil, e as tarefas do dia a dia, mais eficientes. Para saber mais sobre os softwares que podem ajudá-lo na tomada de decisão, entre em contato conosco!