Atualmente, são diversos fatores que influenciam para que uma organização atinja seus objetivos e obtenha sucesso. O capital humano deve ser visto como o número um, o que deve-se dar maior importância.

Falando de capital humano, chegamos ao tema: Clima Organizacional.

O conjunto de sentimentos e comportamentos percebidos (direta ou indiretamente), chamamos de clima organizacional (uma espécie de percepção coletiva de como os colaboradores enxergam a organização). Esse conjunto de fatores nos faz sentir mais ou menos a vontade para permanecer em um determinado ambiente.

Momentos de desânimo, irritação, tristeza, ou então, alegria, motivação e  entusiasmo. Todos nós podemos lembrar de momentos, ao longo de nossa carreira profissional, em que experimentamos um (ou vários!) desses sentimentos.

De um modo mais formal, o clima organizacional é subjetivo, é o aspecto psicológico percebido nas organizações. É o que notamos ao estar em determinado ambiente onde muitas pessoas compartilham de um mesmo sentimento, seja ele positivo ou negativo.

O comportamento e desempenho dos colaboradores é altamente influenciado pelo clima organizacional. Quando favorável, podemos identificar: colaboradores entusiasmados, alta produtividade, alta colaboração, confiança,  responsabilidade, união da equipe, boa comunicação, disciplina, compromisso, novas ideias e sugestões de melhorias.

Por outro lado, quando o clima é negativo, as consequências podem ser: absenteísmo, falta de compromisso, baixa na produtividade, conflitos, alto turn over, desmotivação, perda de talentos, aumento no número de licenças médicas, atrasos, entre outros.

Sendo assim, deve-se dar importância ao tema e conhecê-lo a fundo, afim de analisar cuidadosamente o ambiente interno e identificar possíveis climas negativos na empresa, possibilitando criar estratégias para combatê-los.

Neste processo, a pesquisa de clima organizacional é uma excelente ferramenta para auxiliar a área de Recursos Humanos e os líderes, ajudando a identificar o clima atual e criando estratégias para melhorá-lo de forma permanente. O objetivo é mapear os focos de problemas e agir para que sejam extintos. É importante que a organização deixe claro a preocupação que possui com a qualidade do dia a dia dos colaboradores, e que os mesmos sintam o comprometimento da empresa em reverter o possível  clima negativo. Tendo uma atitude como esta, a empresa cria um laço de confiança com seus colaboradores, que se sentirão mais motivados e acolhidos.

Desta forma, todos têm a ganhar. Produzindo mais, melhor, e tendo uma boa qualidade de vida.